Livro: O Destino do Tigre
Autora: Colleen Houck
Número de páginas: 400
Editora: Arqueiro – Ano de lançamento: 2013

Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo último presente de Durga – A corda de fogo – na Ilha Barren situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e , finalmente, revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.

Colleen Houck trabalhava como intérprete de língua de sinais quando decidiu escrever o primeiro livro de uma saga – conhecida como A Maldição do Tigre – que conquistou milhares de fãs ao redor do mundo. Lembro-me quando comecei a ler o primeiro livro da saga e fiquei encantada pela história que buscava abordar culturas diferentes e um romance entre personagens tão cativantes. A ansiedade de conferir os próximos livros – O Regaste do Tigre e A Viagem do Tigre – e a tristeza ao saber que uma trama tão boa estava prestes a acabar com o lançamento de O Destino do Tigre, quarto e último livro.

O Destino do Tigre começa exatamente do ponto em que o terceiro livro parou, terminando com a insaciável curiosidade dos leitores que imaginavam o que aconteceria com a Kelsey após ter sido raptada pelo malvado Lokesh. Ele testará a sua força e coragem, assim como o seu amor pelos tigres. Ela lutará pela esperança de que Ren e Kishan virão ao seu resgate. Os planos de Lokesh agora possuem a bela garota que se tornou extremamente importante para o fim de uma maldição que foi criada há anos.

Dessa vez, os personagens terão que fazer sacrifícios para que os seus objetivos sejam alcançados. Uma guerra surgirá em que perdas serão apenas parte do preço cobrado por uma vitória. O futuro é revelado para alguns, e surpreende outros. Kelsey, Ren e Kishan deverão contar não apenas com a coragem, mas também com a força do amor. Um erro pode acabar com a promessa de uma vida melhor e o tão esperado final feliz.

Não sei como descrever a sensação de virar a última página de um livro tão bem escrito e que me fez devorá-lo em questão de horas. Houck conseguiu detalhar cada cena de ação de uma forma que me fez sentir como se estivesse no lugar, lutando ao lado dos personagens e buscando reparar as injustiças cometidas por um homem que teve o seu coração obscurecido pela sede de poder. A presença da mitologia é constante e responde muitas das questões e dúvidas que surgiram em relação aos outros livros. O véu da ilusão é arrancado e passa a ser substituído por constantes revelações que surpreendem a cada página.

O amadurecimento dos personagens é notável e mesmo diante de um triângulo amoroso, as cenas clichês são tratadas de forma que não fiquem com drama ou romance em excesso. Cada fraqueza ou qualidade de determinado personagem é revelada, assim como o motivo de sua escolha para participar da missão mediada por Durga desde o primeiro livro. O leitor irá descobrir que nada – absolutamente nada – ocorreu por acaso. O destino sempre esteve presente, mas aguardou a sua hora em silêncio.

Creio que a resenha não tenha expressado nem metade do quanto a saga A Maldição do Tigre merece um espaço na estante e no coração dos leitores que buscam uma trama com ambientes belamente descritos, personagens carismáticos e cenas de tirar o fôlego. A Editora Arqueiro teve um carinho especial com as capas e as diagramações que compõe os quatros livros, além da preocupação com a agilidade dos lançamentos.

Esperava que esse momento não fosse chegar, mas tudo que é bom tem um fim. Com um desfecho que emociona e deixa uma grande saudade, escrevo as despedidas para uma saga que me acompanhou durante dias e me deu a oportunidade de vivenciar maravilhosas aventuras dentro de tantas culturas. Vou sentir saudade da teimosia da Kelsey, do heroísmo de Ren e do lado sedutor de Kishan.

A autora fez um excelente trabalho e merece todo o seu sucesso!

Obs.: Colleen Houck pretende lançar mais um livro da saga, mas até o momento não há nada confirmado sobre qual será o assunto da trama.

Resenha escrita por Bianca Branco – hellostar.org ©