Livro: Sobrenatural 2 – Solo Consagrado
Autora: Cynthia Hand
Número de páginas: 408
Editora: iD – Ano de lançamento: 2013

Durante meses, Clara Gardner havia treinado para lidar com o grande incêndio que aparecia em suas visões. Ela só não estava preparada para a escolha que teria de fazer no momento em que tudo veio a acontecer… No final das contas, Clara acabou descobrindo que nada em ser metade anjo era exatamente como ela imaginava. Agora, dividida entre seu amor por Tucker e seus sentimentos cada vez mais confusos sobre o papel que ela e Christian exercem neste mundo, Clara tem de lutar contra uma revelação bombástica: alguém que ela ama morrerá dentro de alguns meses. Com seu futuro incerto, a única coisa da qual Clara tem certeza é de que o incêndio fora apenas o início…

AVISO: Sobrenatural 2 é o segundo livro de uma trilogia escrita por Cynthia Hand que está sendo lançada no Brasil pela Editora iD. Caso você ainda não tenha lido o primeiro livro – Sobrenatural – poderá encontrar spoilers da primeira trama nesta resenha.

Dando continuidade aos acontecimentos do primeiro livro, a trama tem início após o incêndio que levou Clara a escolher entre o seu destino e o amor da sua vida. Após tanta preparação, agora ela terá que lidar com as consequências das suas escolhas. Entretanto, nem tudo parece tão ruim. Agora ela namora Tucker, o irmão da sua melhor amiga, conseguiu conquistar seu espaço na escola e acaba desvendando mais segredos sobre o seu passado. Mas o que Clara não imaginava era que a sua missão estava apenas começando…

As visões da protagonista estão cada vez mais confusas e ela não consegue entender qual é o significado de cada um dos objetos que compõe o cenário delas. Apesar de ter a ajuda de seus amigos, nada parece fazer sentido. Como se isso não bastasse, Clara tem de enfrentar os fortes sentimentos que possui em relação ao Christian e o medo de perder Tucker. Ser forte é apenas o passo inicial para que, dessa vez, ela não fracasse em sua missão.

Cynthia Hand conseguiu me surpreender em alguns pontos e decepcionar em outros. Por um lado é possível encontrar uma narrativa frenética, com acontecimentos e mistérios que fazem com que a leitura seja leve e instigante. Sempre há a vontade de “ler só mais uma página” para descobrir qual será o próximo segredo revelado. O leitor passa a se questionar sobre o conceito de certo e errado, além de se envolver no processo de amadurecimento dos personagens que se dá por meio de perdas e uma overdose de sentimentos ao longo das páginas.

Por outro lado há os problemas da Clara que ganham destaque durante grande parte do livro, deixando outros personagens interessantes de escanteio e fazendo com que a narrativa ficasse repetitiva. Tudo começava com a protagonista pensando sobre o seu problema e sempre fazendo a escolha com base no emocional – o que gerava consequências nem um pouco agradáveis.

Apesar dos pontos negativos, a autora conseguiu trazer toda a essência de seu primeiro livro e buscou abordar no segundo o emocional de cada personagem, dando destaque para a protagonista. Impossível não se emocionar com cenas que conseguem tocar o coração do leitor diante de tantos detalhes bem descritos. O desfecho, como já era esperado, deixa evidente a promessa de grandes revelações para o último volume da trilogia.

Solo Consagrado não decepciona e prova para o leitor que é ainda melhor que a primeira trama!

Resenha escrita por Bianca Branco – hellostar.org ©